(21) 2242-7754

A Crise do Capital em Marx e suas Implicações nos Paradigmas da Educação

R$50,00

Lançamento da Cooperativa Inverta, esta obra de Aluisio Bevilaqua é fundamental para aqueles que querem entender a Crise do Capital a partir da ciência marxista-leninista.

REF: 7bf15a6ccc4e Categoria

Descrição

Mais recente publicação da Cooperativa Inverta, esta obra de Aluisio Bevilaqua é fundamental para aqueles que querem entender a Crise do Capital a partir da ciência marxista-leninista.

Saiba mais sobre a obra.

Leia resenha do livro

SUMÁRIO

Apresentação

Prefácio

1 Introdução

2 Referencial teórico

2.1 A crise do capital e a literatura marxista atual

2.1.1 O Conceito Dialético e Teoria da Crise

2.1.2 Shaikh e a História da Crise

2.1.3 Mèszáros: A Crise como Teoria da Transição

2.1.4 Lebowitz: A Crise como Concepção unilateral de O Capital

2.1.5 Arrighi: A Turbulência da Crise de Hegemonia Mundial

2.2 O Paradigma e a Revolução Ciêntífica

2.2.1 A Estrutura das Revoluções Científicas de Thomas Khun

2.2.2 A Teoria Tradicional e Teoria Crítica de Horkheimer

2.2.3 Notas à Epistemologia em Bachelard, Canguilhem e Foucault

2.3 Sobre Pedagogia e Educação no Brasil

2.3.1 As Ideias Pedagógicas de John Dewey

2.3.2 Gadotti: Perspectivas Atuais da Educação

2.3.3 Frigotto: Mudanças Societárias e Conjuntura

2.3.4 Saviani e a História das Ideias Pedagógicas no Brasil

3 Marx e o conceito de Crise do Capital

3.1 O Método e o Referencial Teórico

3.1.1 Marx, o Conceito e o Método Científico

3.2 O Conceito de Paradigma e a Teoria Marxista

3.3 O Conceito Crise do Capital em Marx e a Literatura atual

3.4 O Conceito de Educação e Pedagogia Marxista

3.5 Crise, Paradigma e Pedagogia no Brasil

4 CONCLUSÃO: Contribuição ao Repensar Pedagógico no Século XXI

5 Referências Bibliográficas

6 Lista de figuras

7 Anexos

7.1 ANEXO A: O Estranho Caso da Curva de Phillips

7.2 ANEXO B: O que está errado no filme “Esperando pelo Super Homem”, ponto por ponto

Informação adicional

Peso 0.5 kg